quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Depois do abismo vem o amor... Próprio

Sabe quando um abismo é tudo que você tem sob seus pés?

Já chegou o momento em sua vida onde nada dava certo? Onde tudo te puxava para baixo?

Um dia você acordou e no lugar das flores encontrou espinhos? No lugar do sol encontrou densas nuvens? Pois bem, era assim que eu vivia...

Na penumbra, na tristeza, tudo me fazia chorar, e por mais que eu buscasse motivos para sorrir, pra fazer o sol brilhar as flores insistiam em murchar, e eu? Bom eu sempre me conformei, acomodei e deixei que a vida me levasse...

Hoje eu vi o quanto estava errada, quantas lagrimas derramada? Quantos momentos bons deixei passar, pela ilusão de saber amar, mas o amor não era aquilo, nunca foi... Então eu despertei, e por você me apaixonei, descobri que o amor trás sorrisos, alegrias e não vem coberto de flores e não é ensolarado, mas existe um meio termo, os espinhos não machucam tanto, e o céu denso de nuvens tem seu encanto, e sabe aquele abismo? Eu encontrei uma ponte, e atravessei-o na maior segurança, sabe por quê? Porque me apaixonei por mim, me embriaguei nesse sentimento que chamamos de amor próprio.

2 comentários:

  1. *o*, sou seu fã louise! lindaa, vc escreveu o que muita gente precisa ler!

    ResponderExcluir

 
Template feito por Nathália Almeida, exclusivo para disponibilização no Single Themes. Não retire os créditos!